Sinopse:

“As memórias do meu corpo que você violentou” traz para cena, o que está velado, normalizado, invisibilizado, de forma sútil, mas que fica no nosso corpo, entranhados nas nossas vísceras, na nossa pele, que sufoca nosso grito de dor, de insatisfação, de angústia. Tudo isso nos deixam marcas, que muitas vezes são imperceptíveis, mas que nos matam aos poucos. Nosso corpo é acervo de memórias.

Classificação etária:

16 anos

Duração:

00:00:59.00

Créditos:

Encenação: Lidiane Souza
Idealização: Lidiane Souza e Eva Cruz
Performer: Eva Cruz
Edição: Lídia Souza e Lidiane Souza
Produção: Beatriz Santana
Operação de Câmera: Daniel Vinícius
Elenco da Projeção:
Edina Souza
Cleyseane Souza
Bernadete Sacramento
Maria dos Reis
Beatriz Santana
Lídia Souza
Dramaturgia: Eva Cruz
Imagens: Acervo Pessoal
Apoio: CRIA – Centro de Referência Integral para Adolescentes e Roseli Costa

Fotos do trabalho:

Artista:

Lidiane Souza

Mulher, preta, atriz, encenadora, pesquisadora e estudante de Direção Teatral na UFBA. Minha arte está atrelada à literatura, ao trabalho do corpo, à feminilidade e a tudo o que me motiva. Sou água, sou energia, sou movimento.