Esta publicação é resultado de um trabalho sobre homicídio de adolescentes e jovens no estado do Rio de Janeiro realizado pelo Observatório de Favelas a partir de diálogos estabelecidos com mães, familiares e amigos de jovens vítimas de violência letal.

A pesquisa “Tecendo Memórias: Homicídios de adolescentes e jovens no Estado do Rio de Janeiro”, realizada pelo Programa de Direito á vida e Segurança Pública do Observatório de Favelas, buscou contribuir para dar visibilidade a casos de homicídios de adolescentes e jovens, enfatizando especialmente memórias que familiares e amigos têm das vítimas, priorizando aspectos característicos de cada trajetória, práticas, expectativas e sonhos que os jovens possuíam antes de sofrer o homicídio. Nesta perspectiva, além do desenvolvimento da pesquisa, o trabalho também envolveu a produção de intervenções artísticas e de narrativas jornalísticas sobre os temas pesquisados reforçando a desnaturalização dessas mortes, o direito à memória e a potência dessas trajetórias interrompidas, com o objetivo de contribuir com a luta por memória, verdade e justiça travada cotidianamente pelos familiares de vítimas de violência.

Neste contexto, foi construída uma articulação entre o Programa de Direito à Vida e Segurança Pública, apoiado pela Open Society Foundations e a Agência Narra, iniciativa do Observatório de Favelas apoiada pela Fundação Ford, para elaboração deste material a partir de elementos relevantes compartilhados pelos familiares e amigos dos jovens no decorrer da pesquisa “Tecendo Memórias”.

Acesse a Revista em Quadrinhos “Memórias” AQUI.