Conselheiros Tutelares e Conselheiros de Direito, tanto de nível médio, quanto de nível superior, podem se candidatar a uma das 925 vagas do curso de atualização à distância em Direitos da Criança e do Adolescente, oferecido pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/ Fiocruz) em parceria com a Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República. As inscrições são gratuitas e terminam no dia 29 de janeiro no site da instituição. A prioridade para preenchimento das vagas é de candidatos que atuem, prioritariamente, nos Conselhos dos Municípios da Agenda Social (cuja lista encontra-se disponível no Edital de seleção de alunos) e em Conselhos dos Municípios das regiões Norte e Nordeste do país.

O objetivo do curso é tornar os alunos aptos no reconhecimento das violações de direitos humanos de crianças e adolescentes, aprimorando a base conceitual e promovendo ainda uma capacitação das competências comunicativas, políticas e interpessoais de cada participante. As aulas serão ministradas ao longo de quatro meses e o curso tem duração total de 72 horas. Os candidatos devem ter seis horas semanais disponíveis para dedicação às atividades, que terão os custos pagos pela SEDH. O edital para a seleção pode ser obtido na página da ENSP na internet.