Por: Piê Garcia (pie@observatoriodefavelas.org.br)

O 3° Fórum Rio reuniu mais de 30 organizações da Sociedade Civil, moradores da Baixada Fluminense e representante do governo do estado para construir e propor ideias para a cidade metropolitana. O evento aconteceu no Centro de Formação de Líderes (Cenfor), em Nova Iguaçu, no dia 29 de novembro.

 

O encontro teve quatro sessões acontecendo simultaneamente durante a manhã: Segurança Pública e Cidadã; Direito à Cidade e Mobilidade Urbana; Cultura e Políticas Públicas e Gestão e Planejamento da Baía de Guanabara. No período da tarde foi a hora de apresentar os temas prioritários da Agenda Rio 2017 para subsecretário de urbanismo do estado do Rio de Janeiro, coordenador da Câmara Metropolitana de Integração Governamental (CMIG) e diretor do Grupo Executivo de Gestão Metropolitana, Vicente Loureiro.

 

Loureiro, que também é morador de Nova Iguaçu, ouviu, anotou e fez propostas, como a inclusão de uma pauta que amplie as opções de lazer na cidade. O subsecretário se comprometeu a dar prioridade para as demandas da agenda e reconheceu a importância de todos os pontos levantados no encontro.

 

Nesta edição, estiveram presentes: Ricardo Luiz de Freitas, Fórum Grita Baixada; Samira Bueno, Fórum Brasileiro de Segurança Pública; Giordana Moreira coletivo Roque Pense e Raquel Willadino, Observatório de Favelas, na sessão sobre Segurança Pública e Cidadã.

 

Para Ricardo Freitas, “é necessário questionar o fato de os tiros na Baixada não saírem nos jornais”. Samira Bueno apresentou os dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Giordana Moreira trouxe para o debate a questão da violência contra a mulher “desde a doméstica até a obstétrica, passando pelas relacionadas aos filhos e maridos envolvidos com o tráfico e aquelas relacionadas à privacidade na internet”. Já Raquel Willadino falou sobre a importância de priorizar o direito à vida.

 

Para falar sobre Direito à Cidade e Mobilidade Urbana houve a contribuição de Helenita Beserra, Fórum de Oposição e Resistência ao Shopping (FORAS/Duque de Caxias); Marcelo Gomes Ribeiro, Instituto de Planejamento Urbano e Regional (IPPUR/UFRJ) e Fábio Tergolino, Fórum de Mobilidade Urbana do Clube de Engenharia.

 

Essa foi uma das sessões com o público mais participativo, quase todos tiveram oportunidade de fazer seu comentário e analisar as condições do trânsito, urbanização, coleta de lixo e qualidade de vida.

 

Na sessão 3, os debatetores foram: Diego Bion, Fórum Independente de redes de cultura de Nova Iguaçu (RECULT); Heraldo HB – Cineclube Mate com Angu e Junior Perim, Circo Crescer e Viver.

 

A fala de Junior Perim sobre a a queda do orçamento de cultura da União para este ano, que segundo ele, saiu de 1,3% para 0,11% do PIB e em 2015 está previsto que seja de 0,09%” rendeu bastante entre os convidados. A dificuldade para legalizar as contratações e a falta de incentivos nessa área também foram questões levantadas. Na Sessão 4, sobre Gestão e Planejamento da Baía de Guanabara, Beatriz Penna, do Comitê da Baía de Guanabara falou sobre projetos, conscientização e disperdício.

 

Durante o evento foi lançado o site do Fórum Rio, um portal colaborativo que busca contribuir para o debate sobre políticas públicas na metrópole e dar visibilidade aos territórios sempre a partir do olhar de quem conhece e vive neles.

 

O fortalecimento desse evento, que se propõe a ser quadrimestral, deve-se pelo esforço coletivo, principalmente das organizações envolvidas, que têm como objetivo comum ampliar a participação social para a construção de uma metrópole mais humana e com mais direitos.

 

Para conhecer as organizações co-realizadoras, acesse:

 

Agência de Redes para Juventude

APEDEMA

Associação de Professores e Pesquisadores de História (APPH-CLIO)

Biblioteca Comunitária Solano Trindade

Capa Comics

Casa da Rua do Amor

CESeC

Cia. do Invisível

Cineclube Mate com Angu

Circo Crescer e Viver

ComCat

FAPP-BG

FLIZO

Fórum Comunitário de Jardim Gramacho

Fórum Grita Baixada

Instituto Abraço do Tigre

Instituto Ecologic

Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade – IETS

Instituto Baía de Guanabara

Instituto de Arquitetos do Brasil – IAB/RJ

Instituto de Estudos da Religião – ISER

Instituto de Planejamento Urbano e Regional – IPPUR/UFRJ

Laboratório de Estudos Urbanos – CPDOC/FGV

Meu Rio

Mórula Editorial

Movimento Enraizados

Movimento Projeto Central

Observatório de Favelas

O Instituto

Queimados Encena

Rebaixada

Redes de Desenvolvimento da Maré

Rio Como Vamos

RioReal Blog

Roque Pense

Spectaculu

SerCidadão

Terreiro de Ideias

TETO